ABI - Liberdade de imprensa
VERGONHA

Marca de roupas se retrata após ser acusada de tentar lucrar com morte de vendedora

A funcionária em questão era a jovem Kethlen Romeu, de 22 anos, que estava grávida e morreu baleada com um tiro de fuzil no tórax na terça-feira (08/06).

09/06/2021 19h36
Por: Fernanda Souza
Foto/Reprodução
Foto/Reprodução

A marca de roupa Farm se pronunciou no fim da tarde desta quarta-feira (09/06) após polêmica criada pela própria empresa, ao divulgar um cupom de desconto de uma vendedora que foi morta no Rio de Janeiro como forma de homenagear a ex-funcionária da empresa.

A funcionária em questão era a jovem Kethlen Romeu, de 22 anos,  que estava grávida e morreu baleada com um tiro de fuzil no tórax na terça-feira (08/06) no Complexo do Lins, Zona Norte do Rio.

De acordo com a empresa, a ideia era usar o dinheiro da comissão de Kethlen, que já era de direito da contratada, para doar para à família.

“A partir de hoje, toda a venda feita no código de Kathlen terá sua comissão revertida em apoio para a sua família”, dizia parte da publicação.

A ação foi criticada nas redes sociais. “A Farm fazendo a Kathlen trabalhar depois de morta para reverter a COMISSÃO dela em vendas pra família”, disse um internauta.

“O que a Farm tá fazendo disfarçado de ato de bondade é um absurdo. É lucrar com a morte de gente preta. Não precisam disso, tem dinheiro demais na mão desses brancos”, afirmou outra.

Por meio das redes sociais, a marca admitiu que errou na promoção feita e retirou o código do ar.

“A Farm vem a público se desculpar pela ação que envolveu o uso do código de vendedora de Kathlen Romeu nesse momento tão difícil. Com vocês, entendemos a gravidade do que representou este ato, por isso, retiramos o código E957 do ar. Continuaremos dando o apoio e suporte à família, como fizemos desde o primeiro momento em que recebemos a notícia”.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.