ABI - Liberdade de imprensa
POSSIBILADE

Dinheiro recuperado de corrupção poderá ser destinado a desenvolvimento de vacina

No dia (01/06), o Ministério da Saúde assinou acordo para a transferência de tecnologia para a produção do imunizante da AstraZeneca pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz).

11/06/2021 10h39Atualizado há 1 semana
Por: Fernanda Souza
Foto/Reprodução
Foto/Reprodução

Começou a tramitar no Senado um projeto de lei que prevê que dinheiro recuperado de crimes de corrupção será destinado prioritariamente à pesquisa, produção e compra de vacinas para humanos. O PL 2.105/2021, de autoria do senador Marcos do Val (Podemos-ES), altera o Código Penal (Decreto-Lei 2.848, de 1940). 

Na justificativa do projeto, Marcos do Val argumenta que, devido à crise sanitária decorrente da pandemia de covid-19, a produção de insumos para os imunizantes se mostrou ainda mais necessária, pois a vacina é a solução para o país superar a pandemia. 

“A crise sanitária que vivemos em razão da covid-19 revelou que o Brasil depende de insumos provenientes do exterior para a produção de vacinas. Somente o investimento em pesquisa poderá livrar o Brasil dessa dependência”, afirma o senador. 

No dia (01/06), o Ministério da Saúde assinou acordo para a transferência de tecnologia para a produção do imunizante da AstraZeneca pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz). Isso permitirá que a instituição produza o ingrediente farmacêutico ativo (IFA) do imunizante contra a covid-19 em território nacional. O IFA é o insumo essencial para a produção de vacinas. O Brasil, até então, dependia da importação desses insumos.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.