ABI - Liberdade de imprensa
VERGONHA

Câmara Municipal aprova licitação de R$ 470 mil para comprar celulares de última geração

Poder legislativo do município também contratou serviços de telefonia e internet. Cada um dos 17 vereadores vai receber três aparelhos, que custam, por unidade, até R$ 7 mil.

21/07/2021 09h24
Por: Vanderlei Filho
Foto/Reprodução
Foto/Reprodução

Os vereadores do município de Olinda, no Grande Recife, no estado de Pernambuco, aprovaram uma licitação para comprar celulares de última geração e contratar serviços de telefonia e internet. O valor total do edital, lançado em 14 de junho deste ano, foi de R$ 470.672,40. 

O documento estabeleceu a contratação de 75 linhas telefônicas e celulares com valores, por unidade, de até R$ 7 mil. A despesa do contrato foi de aproximadamente R$ 27 mil por cada um dos 17 vereadores da Câmara Municipal de Olinda.

De acordo com o edital, os celulares devem ter tela grande de seis polegadas, além de câmera potente com gravação de vídeo com qualidade de cinema (tecnologia 4K). Os celulares disponíveis no mercado que possuem essas especificações custam entre R$ 5 mil e R$ 7 mil.

Na licitação, os vereadores determinaram que a empresa contratada deveria ser especializada e autorizada pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) em prestação de serviço móvel para acesso à internet e serviço de longa distância nacional, com fornecimento de smartphones.

Os celulares foram divididos em dois grupos. No primeiro, foram solicitados 26 aparelhos, com pacote de dados de 20 gigabytes de internet, ligações ilimitadas para telefones fixos e móveis de qualquer operadora e mensagens de texto (SMS) ilimitadas.

No segundo grupo, foram solicitados 49 celulares, com a diferença de que o pacote de dados seja menor, com 10 gigabytes de internet. Redes sociais como Facebook, Instagram e WhatsApp também foram incluídas em ambos os grupos de aparelhos, para uso ilimitado e sem desconto da franquia.

O serviço foi contratado no modelo de comodato, em que os celulares pertencem à operadora, mas são cedidos ao uso dos contratantes. A licitação estabeleceu um período de 24 meses para o serviço.

Um vereador que preferiu não se identificar contou à equipe de reportegem que os aparelhos devem ser entregues ainda em julho. Cada parlamentar deve receber três celulares: um para uso próprio e outros dois para seus assessores. Além deles, alguns integrantes da Mesa Diretora também devem ter acesso aos celulares de última geração contratados com dinheiro público.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.