ABI - Liberdade de imprensa
CELEBRAÇÃO

CE aprova celebração do Dia Nacional da Cachaça

A data faz referência ao dia em que a Corte Portuguesa assinou a permissão para a comercialização da bebida no Brasil, em 1661.

07/10/2021 18h47Atualizado há 2 semanas
Por: Fernanda Souza
Foto/Reprodução
Foto/Reprodução

A Comissão de Educação, Cultura e Esporte (CE) aprovou, nesta quinta-feira (07/10), a criação do Dia Nacional da Cachaça, a ser comemorado anualmente em 13 de setembro. A proposta (PLC 173/2017) segue agora para avaliação do Plenário. 

A data foi sugerida pelo autor do projeto, o deputado Valdir Colatto (MDB-SC), em parceria com o Instituto Brasileiro da Cachaça (Ibrac) e faz referência ao dia em que a Corte Portuguesa assinou a permissão para a comercialização da bebida no Brasil, no ano de 1661. Na época, a aguardente competia com a bagaceira, bebida alcoólica produzida com uva. Segundo informações do Ibrac, a comercialização da cachaça levou 30 anos para ser regulamentada.

"Da mesma forma que a Escócia tem como sua bebida típica o uísque, a França o vinho e o México a tequila, o Brasil possui também um valioso patrimônio cultural que é a cachaça", afirmou o deputado ao apresentar a proposta. 

Cultura nacional

O relator, senador Dário Berger (MDB-SC), emitiu parecer favorável ressaltando o mérito do texto por reconhecer e valorizar o destilado de maior consumo no país e terceiro mais consumido do mundo, além de estar profundamente identificado com a cultura nacional.

A produção anual brasileira, segundo dados apresentados por Dário Berger, é de cerca de 1,4 bilhão de litros por ano. Do total produzido, somente pouco mais de 1% é exportado. Para ele, o aperfeiçoamento do controle de qualidade da bebida, tanto a de produção artesanal como industrial, é um instrumento importante para a conquista de um mercado externo de grande potencial.

— O mercado de produção de cachaça no Brasil gera 600 mil empregos direitos e indiretos, movimentando mais de 7 bilhões de reais em nossa economia. São mais de 40 mil produtores da bebida, responsáveis por 4 mil diferentes marcas — afirmou.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.