ABI - Liberdade de imprensa
NEGADO

Comissão rejeita projeto que proíbe aumento de preço de produtos durante pandemia

comissão acolheu recomendação do deputado Otto Alencar Filho.

18/11/2021 19h21Atualizado há 3 semanas
Por: Fernanda Souza
Foto/Reprodução
Foto/Reprodução

A Comissão de Desenvolvimento Econômico, Indústria, Comércio e Serviços da Câmara dos Deputados rejeitou projeto de lei que impede o aumento sem justa causa de produtos ou serviços durante o estado de calamidade pública decorrente da pandemia de Covid-19.

O PL 1087/20, do deputado Paulo Pimenta (PT-RS), determina ainda que deverão ser considerados os preços praticados em 1° de março de 2020. Na mesma votação foram rejeitadas duas propostas que tramitam apensadas (PLs 1687/20 e 1700/20).

A comissão acolheu recomendação do deputado Otto Alencar Filho (PSD-BA), que relatou a matéria. Ele argumentou que o controle de preços é um mecanismo disfuncional e que os aumentos ocorridos durante a pandemia são usuais em situações de calamidade pública.

“Tais eventos usualmente implicam substancial choque de oferta”, disse Alencar Filho. “Esse é um movimento natural e esperado para reequilibrar oferta e demanda nas condições definidas pela calamidade. Dando tempo ao tempo, o mercado usualmente corrige esta situação.”

O projeto, que tramita em caráter conclusivo e já havia sido rejeitado pela Comissão de Defesa do Consumidor, será agora arquivado. A menos que haja recurso para análise da matéria no Plenário da Câmara.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.