ABI - Liberdade de imprensa
AGRESSÃO

Vereador é agredido por médico após denunciar fraude em Fundação de Saúde

O caso foi registrado como lesão corporal dolosa e será investigado pela polícia

31/12/2021 06h30
Por: Fernanda Souza
Foto/Reprodução
Foto/Reprodução

O vereador de Aparecida do Taboado, Luis Fernando Oliveira da Silva (PSD) conhecido como “Taturana”, acusa o médico Filinto Aguiar Júnior, 29 anos, de tê-lo agredido com socos por conta de denúncias sobre a Fundação de Saúde do município.

O parlamentar procurou a Delegacia de Polícia Civil da cidade onde registrou a ocorrência na última segunda-feira (27/12).

Segundo a versão do vereador, ele apura há vários dias denúncias de sobre diversas  irregularidades  na Fundação de Saúde de Aparecida do Taboado, inclusive investiga “falhas e erros decorrentes de procedimentos realizados pelo médico Filinto Gonçalves de Aguiar.”

O vereador Luis disse que foi convidado pelo médico Filinto para comparecer em uma reunião em sua casa e se deslocou até a residência chegando no local por volta das 11h.

Segundo ele, ao chegar na casa do médico, avisou outro profissional e o cumprimentou. Porém, ao ir cumprimentar Filinto, teria sido ignorado e agredido com socos que causaram hematomas. Inclusive, o relógio de pulso do médico quebrou e caiu ao solo por conta da força dos socos contra o vereador.

O parlamentar fez o registro na DP e solicitou providências apresentando o exame de corpo de delito e até mesmo o relógio quebrado do médico, que ele recolheu ao fugir do local.

O caso foi registrado como lesão corporal dolosa e será investigado pela Polícia Civil. 

As denúncias

Entre as denúncias feita pelo vereador, ele disse na sessão realizada em 22 de novembro de 2021 que foi procurado por pacientes e sem citar um nome direto disse que “o novo médico só estaria fazendo caca”.

 “Fui procurado pela mãe de uma paciente, que realizou cirurgia de vesícula no hospital da cidade, mas teve complicações, pois o médico que operou não deu conta da situação. A paciente teve de ser transferida para Campo Grande, onde passou por outro procedimento. Tínhamos médicos bons em nossa cidade, que não tinha esse problema e nunca teve, e todos os vereadores sabem o que está ocorrendo dentro da FESAT.”

Ele continuou a usar a Tribuna e chamou atenção do prefeito.

“Os médicos Dr. Rafael e Dr. Wilson estão fazendo falta. Pergunto ao prefeito, será que ele deixaria algum parente dele operar com esses médicos desconhecidos que só está fazendo ‘ca...’? pois a realidade tem que ser falada para a população saber o que está acontecendo lá dentro. Esse médico que está aqui e ninguém conhece, com 10 a 15 dias só fez ‘ca.....’ até agora”, falou o vereador.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.