ABI - Liberdade de imprensa
AGRESSÃO

Ex-secretário de saúde é preso por agredir esposa

Ele também foi alvo da Operação Purificação, que investiga esquema de corrupção.

08/01/2022 21h49
Por: Fernanda Souza
Foto/Reprodução
Foto/Reprodução

O ex-secretário de saúde de Dourados, Renato Oliveira Garcez Vidigal, foi preso na noite de quinta-feira (07/01), acusado de violência doméstica. Renato estava com a companheira em um hotel de Bonito, quando teria cometido o crime.

O fato ocorreu quando os dois estavam na piscina do estabelecimento, e a mulher teria questionado o médico sobre um acidente ocorrido com o casal, no dia anterior.

Irritado com a pergunta, ele apertou a perna da companheira e depois jogou bebida no rosto da mesma, que foi para o quarto do hotel pegar o telefone celular. Vidigal, conforme oo boletim de ocorrência, seguiu a vítima e fez ameaças a ela e ao filho da mulher, de 7 anos.

A Polícia Militar foi acionada e realizou a prisão em flagrante do ex-secretário.

Histórico em Dourados

Renato Vidigal ficou à frente da Secretaria Municipal de Saúde entre janeiro de 2017 e dezembro de 2018, durante a gestão Délia Razuk.

Ele também foi alvo da Operação Purificação, que investiga esquema de corrupção na pasta a qual comandava e chegou a ser preso pela Polícia Federal em novembro de 2019. O ex-secretário foi condenado em março do ano passado a 11 anos de prisão e devolução aos cofres públicos de valores superiores a R$ 500 mil.

Atualmente ele atua em um hospital particular em Corumbá.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.