ABI - Liberdade de imprensa
DECISÃO

BlackRock afirma não investir mais no Brasil durante o governo Bolsonaro

Fundo investidor informa que além da inflação e alta taxa de juros, houve excesso de promessas, sem retorno.

11/01/2022 13h22
Por: Fernanda Souza
Foto/Reprodução
Foto/Reprodução

Na segunda-feira (10/01), um dos maiores fundos de investimento do mundo, o BlackRock, disse que não colocará mais recursos no Brasil durante o governo Bolsonaro.

O head da América Latina do fundo investidor, Dominik Rohe, afirmou, em conversa com empresários brasileiros, que o grupo só voltará a investir no país com a mudança de governo.

O negacionismo do presidente Jair Bolsonaro, aliado à taxa de juros e inflação altas foram os motivos para essa decisão do fundo. Além disso, Rohe disse que houve um excesso de promessas, sem retorno, por parte do ministro da Economia, Paulo Guedes.

O fundo teria capacidade de dobrar a sua presença no Brasil rapidamente. Em meados do ano passado, o BlackRock estaria se aproximando de US$ 10 trilhões sob sua gestão. O valor corresponde a cerca de seis vezes o Produto Interno Bruto (PIB) que era esperado para o Brasil em 2021.

 
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.