WhatsApp

73 99859-0076

ABI - Liberdade de imprensa
Covid19

Covid-19: População deve denunciar descumprimento de decretos à Prefeitura

Para evitar congestionamento do telefone 156, cidadão pode recorrer ao e-mail ou redes sociais do Fala Salvador

22/03/2020 14h25Atualizado há 2 semanas
Por: Valeria Alves
Foto: Bruno Concha/Secom
Foto: Bruno Concha/Secom

Os moradores de Salvador podem denunciar descumprimento de medidas em combate ao novo coronavírus (Covid-19) por meio dos canais de atendimento disponibilizados pela Prefeitura.

Conforme alertou a Ouvidoria Geral do Município (OGM) neste domingo (22/03), já está valendo, por exemplo, a proibição da realização de eventos e do funcionamento de escolas, autoescolas, universidades, parques, cinemas, teatros, shoppings e academias.

Quem testemunhar alguma infração a essas medidas pode fazer uma denúncia para a OGM, preferencialmente pelo site falasalvador.ba.gov.br ou pelo e-mail [email protected]

O Instagram da Ouvidoria (@ouvidoria) também recebe denúncias. O telefone 156 é outra opção, mas só deve ser utilizada em casos de urgência, para não sobrecarregar o sistema.

“Estamos com uma demanda alta de ligações, até em função do início da Operação Chuva. Por isso, pedimos que as pessoas priorizem as demais formas de contato, que serão atendidas da mesma forma. A participação do cidadão é fundamental nesse processo de combate ao coronavírus, tanto evitando aglomerações e cumprindo as determinações da Prefeitura quanto também denunciando irregularidades”, afirmou o ouvidor-geral do município, Humberto Viana.

Vale lembrar ue praias como as de Itapuã, Piatã, Ribeira, Rio Vermelho, Farol da Barra e Porto da Barra estão totalmente fechadas, sem permissão de acesso.

Para as outras, não pode haver aglomerações, regra que vale também para igrejas e templos religiosos. O objetivo da Prefeitura com essas medidas é proteger a vida das pessoas e conter o avanço do coronavírus.

Funcionamento – A OGM mantém o funcionamento por período de 24 horas, atuando com 36 pontos de atendimento em apoio à força-tarefa montada pela Prefeitura para cumprimento dos decretos.

As informações passadas pela população estão sendo encaminhadas para a Secretaria Municipal de Desenvolvimento e Urbanismo (Sedur), responsável pela fiscalização.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.