WhatsApp

73 99859-0076

ABI - Liberdade de imprensa
Autorizado

Justiça concede prisão domiciliar a Ronaldinho e Assis

Irmãos, que permaneceram em uma penitenciária durante mais de um mês, ficarão presos em um hotel

07/04/2020 18h41
Por: Valeria Alves
Foto/Reprodução
Foto/Reprodução
 Após 32 dias, Ronaldinho Gaúcho e seu irmão, Roberto Assis, deixarão a prisão. A dupla conseguiu autorização nesta terça-feira para passar ao regime de prisão domiciliar e irá viver em um hotel em Assunção enquanto responde ao processo. 
O juiz Gustavo Amarilla, responsável pelo decreto, determinou que os irmãos tenham escolta permanente na porta do hotel. Os advogados do ex-jogador depositaram uma caução de 1,6 milhão de dólares no Banco Nacional de Fomento, que será resgatado em caso de fuga. Agora, para serem transferidos, Ronaldinho e Assis precisam aceitar as condições impostas na audiência, o que deve acontecer ainda nesta terça-feira. Os dois darão sua resposta à Justiça através de videoconferência.
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.