WhatsApp

73 99859-0076

ABI - Liberdade de imprensa
DESAPARECIMENTO

Prefeito e vice somem da cidade em meio a pandemia para não ser notificado sobre o pedido de impeachment

Charlinho e Abeilardinho chegaram a ser afastados em março, mas STF anulou o processo, reconduzindo-os ao cargo.

22/05/2020 12h27Atualizado há 2 semanas
Por: Valeria Alves
Charlinho teve o mandato cassado pela Câmara Municipal. — Foto: Reprodução/TV Globo
Charlinho teve o mandato cassado pela Câmara Municipal. — Foto: Reprodução/TV Globo

A Câmara de Vereadores de Itaguaí, na Região Metropolitana do Rio, publicou na página da Casa na internet um edital de notificação de um novo processo de impeachment contra o prefeito, Carlo Busatto Junior (MDB), o Charlinho, e o vice, Abeilard Goulart (sem partido), o Abeilardinho.

A postagem, no dia (13/05), foi a saída encontrada pelos vereadores porque, após 35 dias, servidores não conseguiram entregar-lhes o aviso em mãos.

O edital deu 10 dias para defesa prévia dos dois -- o prazo se esgota no fim de semana.

Prefeito e vice sofreram impeachment em março e foram afastados por nepotismo, mas uma decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) os reconduziu ao cargo.

A nova denúncia é de uma servidora da prefeitura. Ela afirma que houve irregularidades no contrato da coleta de lixo, com favorecimento à família do vice-prefeito.

Na cidade onde o prefeito e o vice desapareceram no meio da pandemia do coronavírus, 24 pessoas morreram, e 528 contraíram a Covid-19, segundo o balanço desta quarta (20/05).

A cidade não tem sequer um leito de UTI e a única UPA da cidade está fechada há quatros anos.

Charlinho até agora não se manifestou

È impressionante que ninguém consegue encontrar o prefeito, vários endereços foram alvo de busca na tentativa de acha-lo ele não estava na casa e no sítio em Itaguaí nem em um apartamento na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio. Ainda não houve resposta na casa em Mangaratiba.

Já Abeilardinho foi visto correndo em Itacuruçá, um distrito de Mangaratiba.

De acordo com a Lei Orgânica de Itaguaí, o prefeito e o vice têm que fixar residência no município  ou podem perder o mandato.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.