WhatsApp

73 99859-0076

ABI - Liberdade de imprensa
Irregularidades

Procon Estadual descarta mais de 90 kg de alimentos impróprios ao consumo

Operação aconteceu para apurar a denúncias diversas, principalmente de abusividade no aumento de preços

28/05/2020 23h39
Por: Valeria Alves
Foto/Reprodução
Foto/Reprodução
O Procon Estadual, autarquia vinculada à Secretaria de Estado Desenvolvimento Econômico, realizou nesta quinta-feira (28/05) uma ação em 10 estabelecimentos na Zona Norte do Rio, na Região Metropolitana e Baixada Fluminense. Dos supermercados fiscalizados, cinco foram autuados e 92,2 kg de produtos impróprios ao consumo foram descartados. 
De acordo com órgão estadual, a operação aconteceu para apurar a denúncias diversas, principalmente de abusividade no aumento de preços. Os fiscais também verificaram irregularidades na manipulação e armazenamento de alimentos, problemas estruturais, preços das sacolas descartáveis, e condições de higiene e de distanciamento recomendadas durante a pandemia de covid-19.

Nos supermercados Multimarket de Duque de Caxias e de Niterói foram descartados respectivamente 64kg e 6kg e 700g de alimentos impróprios ao consumo, entre farinha, geleia e granulado. Na Casa do Sabão, em Nova Iguaçu, foram descartados 5kg de linguiça e 10 kg de mortadela vencidas e no Mercado São Thiago, em Duque de Caxias, 2kg de brigadeiro e 4,5 kg de cobertura de bolo.

Em todos os mercados visitados a fiscalização não conseguiu traçar um comparativo entre os preços praticados atualmente e aqueles praticados antes da pandemia por ausência de documentação pertinente. Todos os estabelecimentos têm 48 horas para enviar as notas fiscais de compra e venda dos produtos, a partir de janeiro de 2020, para a análise e comparação com os preços praticados atualmente.
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.