WhatsApp

73 99859-0076

ABI - Liberdade de imprensa
Barbárie

Flordelis ofereceu filha sexualmente a pastores estrangeiros e frequentava casas de swing

Testemunhas também relataram que Anderson mantinha relações sexuais com uma filha afetiva contra sua vontade e com a autorização da deputada federal

11/09/2020 01h16
Por: Valeria Alves
Foto/reprodução
Foto/reprodução
Depoimentos colhidos pela polícia durante a investigação que apontou a deputada federal Flordelis (PSD) como mandante do assassinato do marido, pastor Anderson do Carmo, revelam comportamentos divergentes da imagem que a pastora defendia como religiosa. O casal frequentava casas de swing e Flordelis chegou a oferecer uma das filhas afetiva do casal a pastores neopentecostais estrangeiros, disseram testemunhas. As informações foram exibidas pelo programa 'Fantástico' da TV Globo neste domingo.
"(A testemunha) lembra que em determinada época (os familiares) receberam a visita de pastores pentecostais estrangeiros. (...) O declarante lembra que, como forma de recepção para os tais pastores, (uma das filhas) foi oferecida sexualmente para os mesmos. Flordelis foi quem fez a oferta."
As testemunhas também relatam que Anderson mantinha relações sexuais com uma filha afetiva contra sua vontade e com a autorização de Flordelis. 
"A testemunha se recorda que (o pastor) Anderson com a permissão de Flordelis se relacionava sexualmente com uma das filhas afetivas, que não gostava dessa situação, mas obedecia", registra o inquérito.
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.