WhatsApp

73 99859-0076

ABI - Liberdade de imprensa
AUTORIZAÇÃO

Lula é autorizado a acessar provas obtidas pela Lava-Jato, decide Lewandowski

Determinação foi enviada para a 13ª Vara Federal de Curitiba

17/11/2020 02h14
Por: Valeria Alves
Foto/reprodução
Foto/reprodução

defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) recebeu o direito de acessar as provas obtidas pela operação Lava-Jato, conforme autorizou o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Ricardo Lewandowski. A determinação foi enviada por ele para a 13ª Vara Federal de Curitiba. 

Entre os documentos que os advogados terão acesso estão a troca de correspondência entre a força-tarefa da Lava-Jato e outros países, como Estados Unidos e Suíça; documentos e depoimentos relacionados aos sistemas da Odebrecht; perícias realizadas pela empresa, pela Polícia Federal, pelo Ministério Público Federal e por outros países; e valores pagos pela Odebrecht em razão do acordo.

O ex-presidente já havia recebido a autorização anteriormente pela Segunda Turma do STF, contudo, a defesa alegou que os documentos ainda não tinham sido disponibilizados porque a 13ª Vara Federal de Curitiba teria pedido ao Ministério Público (MP) e a Odebrecht para especificarem quais dados diziam respeito a Lula.

No entanto, Ricardo Lewandowski entendeu que tanto o órgão, quanto a empresa, são partes interessadas no processo, então não poderiam elencar quais dados a defesa poderia ter acesso.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.