WhatsApp

73 99859-0076

ABI - Liberdade de imprensa
ABSOLVIÇÃO

Carol Solberg é absolvida pelo STJD por grito de “Fora Bolsonaro”

A jogadora tinha sido advertida com base no artigo 191, que faz alusão ao cumprimento do regulamento da competição: “deixar de cumprir, ou dificultar o cumprimento de regulamento, geral ou especial, de competição”

18/11/2020 00h01
Por: Valeria Alves
Foto/reprodução
Foto/reprodução

Na última segunda-feira (16/11), o Pleno do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) do vôlei absolveu a jogadora de vôlei de praia Carol Solberg. A atleta havia sido advertida por ter gritado “Fora, Bolsonaro” durante entrevista ao vivo, na cerimônia de premiação da etapa de Saquarema (RJ) do Circuito Brasileiro do Vôlei de Praia, em setembro.

Por 5 votos a 4, o tribunal revisou decisão do dia 13 de outubro, quando a 1ª Comissão Disciplinar do STJD converteu multa em advertência à atleta.

Votaram pela absolvição da jogadora de vôlei de praia, os auditores Raquel Lima, Gilmar Teixeira, Julia Costa, Tamoio Marcondes e Milton Jordão. Já a divergência pela manutenção da decisão em primeira instância foi formada pelo presidente Alexandre Monguilhott, bem como Eduardo Mello (vice), Vantuil Gonçalves e Celio Salim Thomaz.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.