WhatsApp

73 99859-0076

ABI - Liberdade de imprensa
INSPEÇÕES

Após morte de família, técnicos inspecionam falésias em praia

Estabelecimentos comerciais próximos ao paredão rochoso onde houve o acidente fatal foram interditados

19/11/2020 03h30
Por: Valeria Alves
Foto/Reprodução
Foto/Reprodução

Técnicos da Defesa Civil nacional e do Rio Grande do Norte e servidores da prefeitura de Tibau do Sul (RN) estão avaliando o risco de novos desmoronamentos de falésias na Praia de Pipa. As informações são da Agência Brasil.

Parte do paredão rochoso se desprendeu naquela localidade, matando um casal e um bebê. Segundo o coordenador estadual de Proteção e Defesa Civil, Marcos de Carvalho Fernandes, nove estabelecimentos comerciais que funcionam em um ponto próximo à borda da falésia foram interditados ainda na noite de terça-feira.

Os técnicos inspecionaram alguns pontos da falésia sujeitos à ação da maré. “À tarde, iniciamos a inspeção dos estabelecimentos que, preventivamente, continuarão interditados”, acrescentou Fernandes.

O prefeito de Tibau do Sul, Modesto Macedo, afirmou que os órgãos municipais responsáveis instalam placas de sinalização advertindo sobre o risco de deslizamentos, mas que estas costumam ser arrancadas pela força do oceano quando a maré sobe. A falésia onde houve o acidente fatal fica no município. O prefeito prometeu adotar providências assim que o “estudo emergencial” for concluído.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.