WhatsApp

73 99859-0076

ABI - Liberdade de imprensa
ABATIMENTOS

Inexistentes na lei, candidaturas e mandatos coletivos serão debatidos pelo TSE

Avaliação é que nomes coletivos para candidatura podem confundir eleitor

19/11/2020 13h19Atualizado há 1 semana
Por: Valeria Alves
Foto/reprodução
Foto/reprodução

As candidaturas coletivas, criadas em 2018 e multiplicadas nas eleições municipais deste ano, serão debatidas pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Esse tipo de candidatura não está prevista em lei e avaliação de membros da corte é que nomes coletivos podem confundir eleitor.

Um dos temas do debate já está em pauta e é justamente o do nome dos candidatos nas urnas e no material de campanha.

Vice-procurador-geral eleitora, Renato Brill diz que o nome não pode deixar qualquer dúvidas sobre quem será eleito.

Ministros do TSE dizem que as candidaturas foram lançadas sem regulamentação e que agora caberá a eles formar uma jurisprudência sobre o tema.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.