WhatsApp

73 99859-0076

ABI - Liberdade de imprensa
INVASÃO

Dados de 2020 do TSE também foram acessados em ataque hacker

Presidente do TSE acredita que invasão teve intuito de minar a credibilidade do sistema eleitoral

20/11/2020 02h20Atualizado há 1 semana
Por: Valeria Alves
Foto/Reprodução
Foto/Reprodução

Além de informações do período entre 2001 e 2010, o ataque hacker que atingiu o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) também acessou dados deste ano relativos a informações de funcionários do órgão.

A invasão teria partido de Portugal e acredita-se que aconteceu antes de 1º de setembro. Antes disso, os investigadores acreditavam que o ataque teria ocorrido em 23 de outubro. A data exata do caso ainda é investigada. Os últimos dados foram acessados no primeiro turno das eleições, 15 de novembro.

Para o ministro Luís Roberto Barroso, presidente do TSE, a motivação do episódio pode ter sido política e teria o intuito de minar a credibilidade do sistema eleitoral.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.