WhatsApp

73 98840-9200

ABI - Liberdade de imprensa
CORRUPÇÃO

Fraude na informática do Detran vai de licitação até ‘escoamento’ de propina para o exterior

O dinheiro de tais contratos reverteria ao núcleo político e aos agentes administrativos envolvidos na forma de propina,

25/11/2020 08h32Atualizado há 2 meses
Por: Vanderlei Filho
Foto/Reprodução
Foto/Reprodução

O esquema de corrupção no Detran-MS (Departamento Estadual de Trânsito) envolvendo emissão de CNHs em Mato Grosso do Sul teve mais detalhes revelados na terça-feira (24/11), com a sétima fase da Operação Lama Asfáltica, a Motor de Lama. A Polícia Federal concluiu que houve direcionamento de licitação e até ‘escoamento’ de propina ao exterior envolvendo a empresa ICE Cartões, que junto da PSG Informática fraudaram o setor de informática do departamento.

De acordo com os autos remetidos à 3ª Vara da Justiça Federal, a corrupção envolvendo a área de informática do Governo do Estado em secretarias estaduais e em agências como o Detran é considerada o “segundo entroncamento” dos desvios e superfaturamentos no Governo. Inicialmente, os desvios em obras estaduais envolvendo empreiteiras era o primeiro foco da PF, que acabou partindo para uma nova frente de investigação após descobertas feitas em buscas e apreensões.

“O dinheiro de tais contratos reverteria ao núcleo político e aos agentes administrativos envolvidos na forma de propina, sobretudo em dinheiro e bens, escamoteados em atos de lavagem diversificados”, detalha a PF.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.