WhatsApp

73 98840-9200

ABI - Liberdade de imprensa
COVID-19

Mais um Prefeito que tomou posse na UTI, morre vítima da Covid-19

Covid-19 mata ao menos 32 prefeitos em todo o país

08/01/2021 10h12
Por: Vanderlei Filho
Foto/Reprodução
Foto/Reprodução

Pelo menos 32 prefeitos brasileiros já morreram por covid-19, doença respiratória causada pelo novo coronavírus, ou complicações desencadeadas por ela até a última quinta-feira (07/01) no país. Todos eram homens, de idades que variavam de 35 a 78 anos, e chefiavam municípios de 14 Estados diferentes.

Dessa vez foi o prefeito de Campo Largo, na região metropolitana de Curitiba, Marcelo Puppi, morreu vítima da Covid-19 na madruga de quinta-feira (07/01).  O parlamentar (DEM) tomou posse como prefeito na UTI do Hospital do Rocio, no dia 1° de janeiro de 2020.

Marcelo Puppi estava internado desde o dia 25 de novembro com o diagnóstico do Sars–CoV–2. No dia 28 do mesmo mês, ele foi transferido para a UTI (Unidade de Terapia Intensiva). Durante a madrugada de hoje, ele não resistiu a complicações clínicas decorrentes do coronavírus.

“Agradecemos de todo coração todas as orações e mensagens recebidas e a todos os profissionais do corpo clínico do Hospital do Rocio. É com o coração apertado, mas sereno pela certeza de que os planos de Deus são perfeitos, que nos despedimos do nosso Marcelo. Para Campo Largo que lhe deu vida, alegrias, filhos e frutos, nosso mais profundo sentimento de amor e gratidão”, afirmou  a família em uma nota.

Em nota, o governador do Paraná se solidarizou com à família e amigos neste momento de dor e tristeza. “Meu profundo sentimento de condolências e de que a fé em Deus ampare seus corações, assim como o de todos os paranaenses que perderam pessoas queridas nestes tempos tão difíceis impostos pela Covid”, disse Ratinho Junior.

O velório do Prefeito Marcelo Puppi acontece na Câmara de Vereadores de Campo Largo, das 13h às 14h, restrito à família, e das 14h às 15h30min, aberto ao público. Em seguida, o corpo será transladado para o Cemitério Municipal, em cerimônia reservada à família. O parlamentar, de 61 anos, deixa a esposa e dois filhos.

MARCELO PUPPI TOMOU POSSE EM UTI DE HOSPITAL

No dia 1° de janeiro, Marcelo Puppi foi acordado na UTI do hospital do Rocio para tomar posse como prefeito de Campo Largo por videoconferência. Na ocasião, três dos 11 vereadores eleitos foram ao hospital e viram que o prefeito reeleito respondeu assertivamente com a cabeça.

Depois disso, o trio se dirigiu à Câmara Municipal para, ao lado dos outros parlamentares, dar posse ao vice-prefeito Mauricio Rivabem. Em nota, a família Puppi disse que o ato seguiu todas as normas de segurança. Não houve qualquer tipo de registro da cerimônia para preservar a privacidade do paciente.

“O ato seguiu todas as normas de segurança. Uma comitiva de três vereadores se dirigiu ao hospital e um representante da Câmara Municipal, bem como, alguns profissionais da saúde atestaram. Agradecemos a humanidade dos vereadores, pela solidariedade, neste momento tão excepcional da nossa história”, diz a família em nota divulgada.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.