WhatsApp

73 98840-9200

ABI - Liberdade de imprensa
TRISTEZA

Responsável pelo Enem, diretor do Inep morre por complicações do coronavírus

Exame Nacional está previsto para ocorrer este mês, apesar de pressões para adiamento em virtude da pandemia

12/01/2021 04h27
Por: Valeria Alves
Foto/Reprodução
Foto/Reprodução

general Carlos Roberto Pinto de Souza, de 59 anos, diretor de Avaliação da Educação Básica do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep), morreu na última segunda-feira (11/01) por complicações causadas pelo novo coronavírus. Ele comandava a diretoria responsável pela elaboração do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). 

O militar da reserva tratava a doença desde dezembro do ano passado em Curitiba (PR). Em nota, o Inep lamentou a morte de Carlos Roberto a afirmou que ele participou ativamente da criação do Enem Digital e do Novo Sistema de Avaliação da Educação Básica (Saeb).

“A presidência do Inep, em nome de todos os seus colaboradores, agradece o trabalho desempenhado com dedicação, entusiasmo, responsabilidade e senso ético pelo diretor Carlos Roberto. Seu nome estará registrado na história do Inep”, afirmou o órgão, que não citou a doença.

A morte do diretor do instituto ocorre em meio às pressões para o adiamento do exame. A Defensoria Pública da União (DPU) e entidades estudantis se posicionaram contra a realização do Enem este mês por causa dos avanços da pandemia da Covid-19. A DPU chegou a entrar com um pedido na Justiça Federal para adiar a prova.

Apesar do crescimento no numero de casos, o governo federal não está aberto a alterar o cronograma do exame e afirmou que a prova está mantida para os dias 17 e 24 de janeiro.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.