WhatsApp

73 98840-9200

ABI - Liberdade de imprensa
CORRUPÇÃO

Com nova condenação por corrupção, pena de Sérgio Cabral já supera 332 anos

Esta é a 17ª condenação do político, em desdobramento da Operação Lava Jato

13/01/2021 11h30Atualizado há 2 semanas
Por: Vanderlei Filho
Foto/Reprodução
Foto/Reprodução

O ex-governador do Rio de Janeiro Sérgio Cabral foi condenado a 11 anos, três meses e 28 dias de prisão por corrupção passiva, em mais um desdobramento da operação Lava Jato no Estado. Esta é a 17ª condenação do político. A pena soma agora 332 anos e 5 meses de prisão.

A condenação é assinada pelo juiz federal Marcelo Bretas, da 7ª Vara Federal Criminal do Rio de Janeiro e atende a denúncia do Ministério Público Federal ainda de dezembro de 2017. De acordo com o relatado por Bretas na sentença, obtida pelo Valor, a decisão da vez considera dois conjuntos de crimes.

O primeiro trata do pagamento de propinas no valor global de R$ 18,11 milhões em cima de contratos celebrados com a Fundação Departamento de Estradas de Rodagem do Rio de Janeiro entre os anos de 2007 e 2014. O segundo aponta a existência de organização criminosa com a finalidade de cometer crimes de corrupção ativa e passiva, fraude à licitações e cartel no âmbito estadual, além da lavagem de recursos obtidos ilegalmente.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.