WhatsApp

73 98840-9200

ABI - Liberdade de imprensa
ALTERAÇÕES

‘Agradecer pela compreensão’, diz Rui sobre entendimento da base nas eleições da Alba

Governador revelou ainda que a Major Denice terá um lugar no governo, mas não disse onde ela seria acomodada

13/01/2021 12h27
Por: Valeria Alves
Foto/reprodução
Foto/reprodução

O governador Rui Costa (PT) disse nesta quarta-feira (13/01), após a cerimônia de passagem de Comando da Polícia Militar, que “só tem a agradecer ao PP e a todos os partidos da base pela compreensão” quando foi questionado sobre o entendimento pelo apoio ao deputado estadual Adolfo Menezes (PSD) para presidência da Assembleia Legislativa da Bahia (Alba).

“Estamos graças a Deus afunilando. Eu só tenho a agradecer ao PP e a todos os partidos da base pela compreensão e em momentos de dificuldades é que a gente percebe os verdadeiros amigos. O Brasil passa por um momento difícil, e a está Bahia inserida nesse contexto e acrescentando dificuldades ainda existentes com a crise econômica, então, a gente tem que dar prioridade aquilo que é essencial, que é cuidar da Bahia e dos baianos. Por isso que é só a minha gratidão e meus agradecimentos”, disse Rui.

Questionado se o agora ex-comandante geral da PM, Anselmo Brandão, será realocado para o Departamento Estadual de Trânsito da Bahia (Detran-BA), o governador rapidamente negou a informação e afirmou: “Não. Vocês verão nos próximos dias se ele será aproveitado”.

Rui também revelou que a Major Denice Santiago, escolhida por ele para concorrer à prefeitura de Salvador em 2020, terá uma vaga no governo nos próximos dias, mas não revelou em qual função ou secretaria.

“Ela vai assumir alguma função no Estado, mas vocês verão nos próximos dias. Agora, superada a questão da Assembleia, vamos nos dedicar a algumas outras mudanças que vão ocorrer algumas já essa semana e vamos dar sequência a várias mudanças no governo e até os próximos dias vocês verão”, destacou o governador, que finalizou dizendo se os partidos que apoiaram Bruno Reis (DEM) para a prefeitura, como o PL e o PDT, continuam no governo e afirmou que poderá haver mudanças no arranjo político-partidário da Bahia.

“A definição se o partido apoia ou não o governo, depende do partido. A composição do governo depende do governador. A composição do governo nós vamos fazer alterações de nomes e a composição política será alterada. Mas isso não significa que eu não quero o apoio de partido A ou B, isso é a definição de cada partido. Agora, as mudanças serão feitas, inclusive levando em conta um novo arranjo político-partidário existente no Brasil e na Bahia”, finalizou.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.