WhatsApp

73 98840-9200

ABI - Liberdade de imprensa
PROMESSA

Deputado diz que fará relatório técnico sobre acesso a cartão de vacinação de Bolsonaro

Justiça Federal do Distrito Federal deu 72 horas para o Planalto explicar o sigilo sobre o cartão de vacinação de Bolsonaro

13/01/2021 12h48
Por: Valeria Alves
Foto/reprodução
Foto/reprodução

O deputado Marcos Pereira, do Republicanos de São Paulo, prometeu na  última terça-feira (12/01) ser técnico em seu relatório sobre o pedido para que a Câmara cobre a divulgação do cartão de vacinação de Jair Bolsonaro, após o Planalto decretar sigilo até cem anos ao material.

“Vou analisar tecnicamente. Se o pedido estiver tecnicamente adequado, vou autorizar o processamento, como tenho feito com todos os demais”, afirmou Pereira, emendando que fará a análise ainda em sua gestão como vice-presidente da Câmara, nas próximas duas semanas.

“Todos os requerimentos de informação que entrarem enquanto eu for 1º vice, vou decidir e deixar a pauta limpa para o meu sucessor”.
Pereira está internado com Covid-19, com sintomas leves, e diz estar bem.

A solicitação foi apresentada na última sexta-feira pelo deputado Rogério Correia, do PT de Minas Gerais.

No mesmo dia, em resposta a um pedido da coluna por meio da Lei de Acesso à Informação, a Presidência havia vetado a divulgação de qualquer informação sobre as doses de vacinas recebidas pelo presidente, e decretara sigilo de até cem anos ao material.

Pereira é o presidente do Republicanos, partido de Flávio e Carlos Bolsonaro, que apoia a candidatura de Arthur Lira à Presidência da Câmara. Lira é o nome favorito do Planalto na disputa.

Além da proximidade partidária com o governo Bolsonaro, Pereira é um influente integrante da bancada evangélica, uma das mais fiéis ao presidente.

Na segunda-feira (11), a Justiça Federal do Distrito Federal deu 72 horas para o Planalto explicar o sigilo sobre o cartão de vacinação de Bolsonaro.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.