WhatsApp

73 98840-9200

ABI - Liberdade de imprensa
CORRUPÇÃO

Por corrupção, conselho da JBS aprova medida contra irmãos Batista

Prejuízos causados à gigante de carnes em razão de crimes confessados por Joesley e Wesley foram usados como justificativa

21/01/2021 08h50
Por: Vanderlei Filho
Foto/Reprodução
Foto/Reprodução

O conselho de administração da JBS acatou a recomendação do Comitê Independente, coordenado por Gilberto Xandó, para instaurar um procedimento arbitral contra a J&F Investimentos e os irmãos Joesley Batista, presidente do conselho da JBS até 2017 e Wesley Batista, CEO à época. Também serão partes Florisvaldo Caetano de Oliveira, ex-conselheiro fiscal e Francisco de Assis e Silva, então diretor jurídico da JBS.

A medida foi aprovada em assembleia de acionistas da JBS por causa dos prejuízos causados à gigante de carnes em razão dos crimes confessados por Joesley e Wesley em delação, em outubro de 2020. Na ocasião, a controladora foi impedida de votar por estar em conflito de interesse, conforme decisão arbitral anterior.

Caso vençam a arbitragem contra a J&F, a JBS será indenizada e os acionistas autores da ação receberão um prêmio de 5% do valor da causa — que poderá à casa de bilhões de reais.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.