ABI - Liberdade de imprensa
SITUAÇÃO INUSITADA

Comerciante anuncia ‘churrasco grátis para quem matar Doria’ e é detido

Homem vai responder em liberdade

05/02/2021 00h14
Por: Valeria Alves
Foto/reprodução
Foto/reprodução

Um comerciante foi detido na última quinta-feira (04/02) após anunciar em uma placa na frente do restaurante La Casa de Parrilla “um ano de churrasco grátis pra quem matar o João Doria Jr”. O estabelecimento fica na Vila Mariana, na Zona Sul de São Paulo. João Doria é governador de São Paulo.

O homem, de 40 anos, foi encaminhado para o 96º Distrito Policial (DP), no Itaim Bibi. No local, foi registrado um termo circunstanciado por incitação ao crime. O comerciante vai responder em liberdade, de acordo com informações da Secretaria da Segurança Pública (SSP-BA). O caso foi entregue ao Juizado Especial Criminal (Jecrim).

Conforme o Código Penal, incitação à morte de outra pessoa é um crime que pode gerar detenção de 3 a 6 meses ou multa. No entanto, como é considerado um delito de pequeno potencial ofensivo, o acusado pode ser encaminhado para prestação de serviços à comunidade.

Donos de bares e restaurantes começaram a criticar João Doria após ele decretar medidas restritivas mais duras em virtude da pandemia do novo coronavírus, a exemplo do fechamento do comércio aos finais de semana.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.