ABI - Liberdade de imprensa
INDENIZAÇÃO

Paula Toller é condenada a indenizar ex-namorado, Leoni, por danos materiais

Em 2018, Leoni foi condenado a indenizar Paula em R$ 50 mil por danos morais pelo uso indevido de uma música na campanha do PT

10/02/2021 11h07
Por: Valeria Alves
Foto/reprodução
Foto/reprodução

A cantora Paula Toller foi condenada a indenizar o ex-namorado, Leoni, por danos materiais. O artista e ex-companheiro da vocalista do Kid Abelha moveu uma ação contra ela pelo uso não autorizado do título da canção ‘Como Eu Quero’, dado à turnê da cantora em 2017,

 O pedido de R$ 50 mil por danos morais feito pelo cantor foi negado pela 2ª Vara Empresarial do Rio de Janeiro. O valor da indenização ainda será anunciado.

Este não é o único embate do ex-casal na Justiça. Em 2018, Leoni foi condenado a indenizar Paula em R$ 50 mil por danos morais pelo uso indevido da imagem de cantora e por direitos autorais da música Pintura Íntima, usada durante a eleição daquele ano.

Além de Leoni, Paula chegou a entrar com uma ação contra o Partido dos Trabalhadores, já que a música era uma campanha para o candidato Fernando Haddad. A canção teve o verso “fazer amor de madrugada, amor com jeito de virada” trocado por “Manu e Haddad de mãos dadas, chegou a hora da virada”.

Os vídeos nos quais a música apareciam foram retirados de circulação. Leoni, Haddad e o PT foram condenados a pagar R$ 100 mil cada um para Paula, no entanto, eles recorreram afirmando que não eram os responsáveis pela paródia.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.