ABI - Liberdade de imprensa
CORRUPÇÃO

Oito dos 14 integrantes da cúpula do Congresso são alvo de investigações

Os processos são por recebimentos de propinas, fraudes em licitações, contratação de funcionários fantasmas, entre outros.

16/02/2021 11h18
Por: Fernanda Souza
Foto/Reprodução
Foto/Reprodução

Dos 14 integrantes das mesas diretoras de Câmara e Senado, oito respondem a processos ou são alvo de investigações por crimes como recebimento de propina, fraudes em licitações, contratação de funcionários fantasmas, entre outros.

Na Câmara, o presidente Arthur Lira (PP) é réu no quadrilhão do STF e em outro processo envolvendo a Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU). Já Marília Arraes (PT), segunda secretária, é acusada pelo Ministério Público de manter funcionários fantasmas quando era vereadora.

No Senado, seis integrantes da mesa diretora têm pendências com a Justiça: Veneziano Vital do Rego (MDB); Romário (Podemos); Irajá (PSD); Rogério Carvalho (PT); Elmano Férrer (PP) e Weverton Rocha (PDT).

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.