WhatsApp

73 98840-9200

ABI - Liberdade de imprensa
CONDENAÇÃO

Globo é condenada a pagar R$ 3,2 milhões a cinegrafista por hora extra

Cleber Schettini do Rosário trabalhou por 46 anos na Globo e cobriu dez Copas do Mundo e nove Jogos Olímpicos pela emissora

18/02/2021 15h35
Por: Valeria Alves
Foto/reprodução
Foto/reprodução

O cinegrafista Cleber Schettini do Rosário pode receber uma bolada da antiga empresa. A TV Globo foi condenada em duas instâncias a pagar uma indenização de R$ 3,2 milhões ao profissional que trabalhou por 46 anos na empresa.

O valor é referente as horas extras e outros direitos trabalhistas referentes ao tempo que o cinegrafista prestou serviço para a emissora carioca, que não foram dados ao profissional. As informações são do site Notícias da TV. De acordo com a publicação, o caso ainda não transitou em julgado.

Schettini cobriu dez Copas do Mundo e nove Jogos Olímpicos pela Globo. A trajetória do cinegrafista tem um espaço no registro Memória Globo, site da emissora dedicado aos profissionais que se destacaram por lá.

O repórter cinegrafista deixou a emissora em fevereiro de 2018, e no mesmo ano entrou com a ação na Justiça do Trabalho. A defesa de Schettini alegou que ele fazia horas extras, principalmente aos domingos, e não recebia o pagamento referente ao trabalho.

O profissional não batia ponto e tinha jornada flexível, algo assumido pela Globo. No processo, Schettini alega também que nunca recebeu seu tempo integral de intervalo, que era para ser de 1 hora e passou apenas para 30 minutos.

A emissora afirma que as mudanças na jornada de trabalho do cinegrafista foram acertadas previamente no ‘Acordo para Prorrogação de Jornada de Trabalho’, que prorrogava de 30 para 42 horas semanais o tempo de Schettini na casa. A disputa judicial pode ter um capítulo final em breve, após 3 anos de processo.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.