ABI - Liberdade de imprensa
ASSASSINATO

Mulher que matou o ex namorado com facada no pescoço ,conta a sua versão

Jovem Iran era muito querido na comunidade onde morava. Ele trabalhava como açougueiro em um supermercado em Itabuna.

09/04/2021 01h31Atualizado há 2 semanas
Por: Saulo Santos
Foto/Reprodução
Foto/Reprodução

Diana Rosa contou sua versão de como tudo aconteceu.

Como você teve acesso a casa?

“Fui lá, e a vizinha de cima pensou que eu  ainda estava namorando com ele,  aí ela abriu a porta para mim,  eu entrei porque já sabia que ele estava com outra pessoa lá, e eu queria ver quem era, mas ele trancou ela  no quarto, e aí a gente começou a brigar - sair na porrada, aí eu peguei a faca que vi lá em cima,  só que aí quando ele viu eu com a faca na mão, ele veio para cima tentando me tomar a faca,  só que aí na hora que ele encostou cortou o pescoço dele, eu não vi na hora,  aí a vizinha também já entrou na briga tentando separar”.

Você ainda namorava com ele?

“A gente já tinha terminado, há duas semanas,  mas a gente se via ainda. E aí eu peguei e fui lá porque eu estava desconfiada que ele estava me traindo com essa  moça,  e quando eu cheguei lá realmente era ela,  e aí acabou que ele tentando me tirar da casa para não fazer nada com ela, aí eu estava com a faca na mão quando ele veio furou ele, mas eu não vi nem a hora”.

Está arrependida?

“Estou muito arrependida, muito, muito arrependida, nunca tive essa intenção, nunca,  eu não ia furar ele, estava só ameaçando,  eu não ia fazer isso”.

E quando foi que você soube que ele morreu? 

“Foi no local mesmo, demorou uns 40 minutos, porque o SAMU demorou para chegar, eu estava desorientada sem saber o tempo, quando eu fiquei sabendo que ele estava morto, eu já estava dentro da viatura."

Qual sua atividade profissional atual?  

 “Eu não trabalho, estou desempregada."  

Namorou com ele quanto tempo? 

"Namorei com ele 3 anos e 6 meses."

Qual foi o motivo da separação?

“A gente estava brigando muito, e aí resolvemos separar, mas a gente se via ainda, (...)  aí eu fiquei com ciúme lógico porque eu fiquei sabendo que ele chegou com ela lá na casa,  eu acabei fazendo essa loucura, mas eu não tive a intenção de ir lá e furar ele, ou matar ele, ou fazer alguma coisa assim”. 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.