ABI - Liberdade de imprensa
AGLOMERAÇÃO

Prefeitura invade e encerra festa clandestina com Henri Castelli em Goiás

Em vídeos compartilhados nas redes sociais, Henri parece não se importar com as regras de distanciamento e não faz o uso de máscara.

27/04/2021 12h06
Por: Fernanda Souza
Foto/Reprodução
Foto/Reprodução

O ator Henri Castelli, que no começo do ano ganhou os noticiários nacionais após ter sido agredido durante uma festa em Alagoas, foi pego quebrando a quarentena e aglomerando em uma festa clandestina em Hidrolândia, no interior de Goiás.

Fiscais da prefeitura invadiram o evento, que acontecia em uma chácara sem autorização dos órgãos da cidade e com a participação de ao menos 60 pessoas, entre elas celebridades e subcelebridades. Além do ator, foram encontrados no local a ex-BBB Nati Casassola, a DJ Tati Junqueira e o empresário Raphael Eduardo de Morais, dono da casa.

Em defesa da ex-BBB, a assessoria afirmou que ela estava no local a trabalho. Já Henri, não se pronunciou sobre o assunto.

Em vídeos compartilhados nas redes sociais, o ex-protagonista de Flor do Caribe parece não se importar com as regras de distanciamento e não faz o uso de máscara.

“O pessoal que estava lá não estava preocupado nem em esconder a situação. Eles mesmos fizeram as postagens. Fizemos uma orientação verbal e uma notificação de que não é permitido festas. Em caso de reincidência, ele será multado”, disse o coordenador da fiscalização, Gabriel Yoshiak.

O evento foi denunciado por moradores do condomínio, que perceberam uma movimentação diferenciada e a chegada das vans que transportaram os artistas. Segundo o representante do condomínio, o dono do local onde aconteceu a festa comprou a casa há cerca de 30 dias e já realizou um outro evento.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.