ABI - Liberdade de imprensa
INDIGNÇÃO

Índia censura redes sociais e bloqueia críticas após piora da pandemia

Atualmente, a situação da Covid-19 no país é grave, com aumento recorde de infecções e mortes em virtude da doença.

28/04/2021 18h49
Por: Fernanda Souza
Foto/Reprodução
Foto/Reprodução

A Índia passou a censurar as redes sociais e começou a exigir que mídias como Twitter, Facebook e Instagram bloqueiem publicações com críticas à gestão atual por causa da pandemia do novo coronavírus. Além disso, o governo começou a ameaçar usar a Lei de Segurança Nacional contra quem denunciar escassez de suprimentos médicos.

Atualmente, a situação da Covid-19 no país é grave, com aumento recorde de infecções e mortes em virtude da doença. Por causa disso, são registradas mortes em frente a hospitais lotados e crematórios operando na capacidade máxima. No início deste mês, a Índia superou o Brasil e se tornou o país com mais casos da doença, atrás apenas dos Estados Unidos.

De acordo com o governo, as publicações foram excluídas porque alguns usuários estavam espalhando notícias falsas ou enganosas sobre a situação da pandemia no país, com o intuito de causar pânico. A maioria dos posts apagados no Twitter criticava o governo por não garantir suprimentos médicos, leitos hospitalares e oxigênio.

“Esta decisão foi tomada para evitar obstruções na luta contra a pandemia e uma quebra da ordem pública devido a esses posts”, afirmou um funcionário do Ministério de Eletrônica e Tecnologia da Informação.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.