ABI - Liberdade de imprensa
EDUCAÇÃO

Meninas da periferia fazem vaquinha para estudar fora do país

 Vitória do Espírito Santo Teixeira de Magé e Isabela de Oliveira de São Paulo fazem campanha online para realizar sonho

04/06/2021 09h35Atualizado há 2 semanas
Por: Fernanda Souza
Foto/Reprodução
Foto/Reprodução

Duas adolescentes que estudam em escola pública, uma mora em São Paulo e a outra mora em Magé, no Rio. As duas lutam para conseguir realizar o mesmo sonho: estudar no exterior.

Vitória do Espírito Santo Teixeira, 18 anos, sempre sonhou alto. Aluna do colégio Estadual Coronel Sérgio José do Amaral, a menina conseguiu uma bolsa de 95% para fazer o curso de graduação em Comunicação na Northwestern University no Catar. O valor restante, que não cobre gastos com alimentação, taxas da instituição e nem a passagem aérea. Para garantir o valor, ela resolveu fazer uma vaquinha filha de um gari e uma dona de casa, Vitória tinha o sonho de estudar fora do país desde criança. No colégio, desenvolveu os projetos Um Por Todos E Todos Contra O Bullying e SIGA—amando a vida. No primeiro, Vitória foi finalista no Prêmio Prudential Espírito Comunitário 2018, que destaca iniciativas de impacto positivo. A jovem também foi voluntária do Unicef (Fundo das Nações Unidas para a Infância)  e do Google Brasil.

"Meu sonho era estudar nos Estados Unido, vi que a universidade tinha dois campus e fui aprovada no Catar", conta Vitória, que já está em contato com estudantes brasileiros que moram no país para aprender os costumes locais.

A escolha da universidade foi criteriosa. "O que me chamou a atenção é que todo o curso é muito prático, com uma estrutura incrível e eles cobriam 95% dos custos, mas ainda assim preciso garantir o restante do valor", explica a menina que deve embarcar em agosto.

A estudante Isabela de Oliveira Carvalho, 16 anos da Etec (Escola Técnica Estadual) Ferraz de Vasconcelos é moradora do bairro jardim Tietê periferia da zona leste de São Paulo. 

Através de uma vaquinha virtual a estudante pretende arrecadar R$20 mil para custear a matrícula do curso de espanhol e as duas semanas que ficará em território europeu para o período de estudos no mês de dezembro deste ano.

No momento Isabela já arrecadou um pouco mais de R$1 mil. O valor mínimo para doação pela plataforma digital é de R$25. Para ajudar Isabela acesse o link da vaquinha virtual do Voaa (Vaquinha dos Razões).

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.